McDSP 6030 Ultimate Compressor: O Compressor mais versátil

Plugins leves, rápidos e com som espetacular

A McDSP é uma empresa inovadora de software e hardware de áudio do Vale do Silício, premiada com o Emmy, fundada em 1998 por Colin McDowell.

Embora desconhecida da maior parte do público brasileiro, é uma empresa bastante experiente nesse seguimento e respeitada na indústria do áudio. Acredito que um dos motivos que a McDSP não é muito popular por aqui, se deve a arquitetura fechada que eles trabalhavam, os plugins rodavam apenas em sistemas Pro Tools HD/TDM, depois passaram a rodar em Pro Tools LE e M-Powered, e só a pouco tempo passaram a rodar nativamente em VST, VST3 e Audio Units. Agora usuários de outras DAW podem usar os mesmos plugins que foram massivamente usados por grandes produtores em inúmeras faixas de sucesso.

Será que eu preciso de mais um compressor?

10 compressores? Foi o que eu me perguntei antes de adquirir essa nova unidade para minha DAW. Baixei a versão demo com passar dos dias entendi realmente a proposta por trás do 6030.

Esse plugin simplesmente me poupou algum tempo de escolha em alguns compressores durante minhas mixagens, o que se traduz em melhor qualidade. Eu gosto de experimentar várias possibilidades e esse plugin permite que você mude de um compressor para o outro de uma forma muito rápida e fácil, com apenas um clique você pode mudar de uma unidade Vari-Mu para um VCA como o DBX160, ou entre as 10 opções que o plugin dispõe de uma forma simples em um único produto.

Segue abaixo as unidades modeladas para o 6030

U670:
Baseado no clássico compressor Fairchild 670, este módulo por ter uma característica mais vintage e velada, funciona bem em vocais, baixos, teclados, overheads de bateria e em trilhas onde você precisa suavizar agudos, esse compressor pode ser bem útil nessas situações. As constantes de tempo parecem mais rápidas que outras emulações (o que pode ser uma coisa boa), e há menos ‘mojo’ nessa emulação do que algumas outras, o que deixou com uma pegada mais moderna.

Moo Tube:
Baseado no compressor Manley Variable Mu, o som é excelente, suave e sedoso. Use-o em fontes que precisam de um som mais suave, incluindo vocais, cordas e instrumentos em movimento mais lento.

iComp:
Colin afirma que este compressor é adequado para qualquer coisa que seja direcionada a produções modernas. Um compressor semi-agressivo simples, porém eficaz, que controla os sons e proporciona uma sensação na cara. Legal nos vocais de rock, rap e pop, especialmente.

Opto-C:
Um compressor tipo opto LA-2A que faz bem o trabalho. Fácil de obter um bom som. Bom em vocais, baixo, teclas e pads.

Opto-L:
Essencialmente, a seção limiter do LA-2A com uma proporção alta definida. Ainda combina com graves, teclas e planos de fundo e me vejo usando isso mais para compressão paralela.

British C:
Baseado no Neve 33609, este é um compressor agradável e flexível que pode ir de transparente a um pouco mais agressivo. Eu costumo usar em sintetizadores, teclados em geral, violões e alguns buses de instrumentos.

Over EZ:
A versão McDSP do DBX 160. Um ótimo encaixe e rapidez para este compressor. Fazem boa justiça em contrabaixos e bateria.

SST ’76:
Outro compressor estilo 1776, com seu rápido ataque e release, ótimo para levar as coisas para a frente na mix. Baixo, vocais, bateria, salas e guitarras.

FRG 444:
Um compressor original, “The Frog”, tem um som agressivo e forte para momentos em que você deseja uma compressão como efeito. Esmaga salas de bateria e baixo de uma maneira muito legal. Me parece uma variação do 1176 mais agressiva.

D357:
O D357 é outro compressor personalizado da série e pode obter um som de compressão digital levemente transparente a agressiva. Me lembrou muito o SSL G Master Bus, porém com mais atitude.

Site oficial para você baixar ou comprar o 6030 Ultimate Compressor: https://www.mcdsp.com/

McDSP 6030 Ultimate Compressr

Inscreva-se

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.