Como Soa um EQ de R$ 100 MIL

O que há de tão especial neste dispositivo estranho e maravilhoso?

Como Soa um EQ de R$ 100 MIL

Inscreva-se

Por algum tempo, cada equalizador de hardware teve que ser desenvolvido com um propósito específico em mente, exigindo que os engenheiros combinassem diferentes tipos de EQ em uma cadeia de sinal para alcançar a resposta de frequência necessária em qualquer fonte. Eles teriam que aceitar o mal necessário da distorção de fase e intermodulação resultante ao tratar esses sons. Quando lançado em 1961, o Equalizador Universal Klein & Hummel UE-100 mudou tudo isso.

Este equalizador de fase mínima totalmente valvulado usou seis módulos de filtros discretos para criar uma coleção de filtros de passagem de banda que poderiam criar curvas dinâmicas para qualquer aplicação, desde mixagem de um vocal até uma masterização. Embora alguns UE-100s anteriores fossem usados ​​para filtrar de forma transparente as baixas e altas frequências ao imprimir em fita e vinil, rapidamente se tornou comum tirar proveito da seleção exclusiva de frequência por botão de pressão; isso forneceu uma maneira fácil não apenas de recuperar as configurações (recall), mas também de alterá-las durante a gravação de uma apresentação. O UE-100 ficou conhecido por suas curvas musicalmente quentes e resposta precisa, oferecendo uma miríade de possibilidades para tratar frequências aumentando e/ou cortando o espectro para moldar sons “como um Pultec com esteróides”.

Mais informações: https://www.plugin-alliance.com/en/products/lindell_te-100.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *